Ásia  | 03/07/2017

TAKTSHANG, o Ninho do Tigre

Takshang é um mosteiro no Butão que se localiza num penhasco a 3120 m. de altura, e cujo nome significa o Ninho do Tigre. É um lugar sagrado e importante para o budismo dos Himalaias que engloba sete templos.

Conta a lenda que o Guru Riponche, o segundo Buda, voou até este penhasco nas costas de um tigre e parou para meditar numa caverna que hoje faz parte do mosteiro. Diz-se que nesta caverna meditou durante três anos, três meses, três semanas, três dias e três horas, algures no século VIII.

O enorme complexo que forma o mosteiro começou a ser construído no ano 1692. Atualmente Paro Takshang é o templo mais conhecido das treze cavernas onde meditou o Guru Riponche. Os edifícios principais estão juntos a pequenas capelas e casas com decoração ricamente elaborada. Em cada uma destas construções há uma imagem sagrada, um lugar único para relaxar e meditar. Sempre com imagens douradas do segundo Buda e suas diferentes manifestações.

O Mosteiro acabou por se tornar num dos principais atrativos turísticos do país, apesar de não ser fácil chegar a este lugar. A única forma de chegar é a pé, se bem que há uma parte do caminho que se pode fazer a cavalo. O caminho poupa 700 m. de inclinação, através de uma densa floresta de pinheiro azul, filas de bandeiras de oração e umas vistas surpreendentes.

     
     

Newsletter

TAKTSHANG, la Guarida del Tigre

Julio 2017

Enviando formulario...

El servidor ha detectado un error.

Formulario recibido.

+ Veja newsletters anterior

Más noticias

Oriente Médio

Um barco atrás de KEOPS

Oriente Médio

Eternamente ABU SIMBEL

retorno