Ruanda

 

Mencionar o Ruanda a qualquer pessoa que tem algum conhecimento de geopolítica, lembrar-se-á certamente das imagens terríveis de genocídio deste pequeno país em 1994. No entanto, desde aqueles dias tão obscuros o país passou por uma transformação milagrosa que o levou a tornar-se numa zona com uma unidade tribal, estabilidade política e um futuro promissor. O turismo é, uma vez mais, um elemento chave para a economia e a estrela mais brilhante desta indústria é a possibilidade de encontrar os gorilas de montanha através das florestas de bambu na região dos vulcões Virunga. Estas montanhas cónicas, cercadas pela floresta equatorial, ajudaram o Ruanda a ganhar o apelido bem merecido de Le Pays des Milles Collines ou a Terra das Mil Colinas. Percorrer as florestas impenetráveis e as belas praias ao longo do Lago Kivu. Viajar até ao Ruanda significa conhecer o nascimento de uma nova África e uma experiência completamente inesquecível.

Nome oficial

República do Ruanda

 

Regime Político

república presidencialista

 

Superfície

26.338 km²

 

População

11.262.000 habitantes.

 

Capital

Kigali

 

Grupos Étnicos

Mais de 80% da população são hutus e a restante pertence a los tutsis.

 

Língua

A língua principal do país é o Kinyarwanda, que é falado pela maioria dos Ruandeses. As línguas europeias, como o alemão e o francês, foram introduzidas durante a época colonial e mantêm-se vivas depois da independência.

 

Religião

A maior fé no Ruanda é o catolicismo romano, mas têm surgido mudanças significativos na demografia religiosa desde o genocídio, com muitas conversões a religiões cristãs evangélicas e, em menor escala, ao Islão.

 

Informações Úteis

Guia do viajante

Que fazer

Leitura recomendada

Links

 

Destino operado pela:

Noticias

Mapa


Fotos

retorno